Apresentação

O Curso Cumes

O curso de escalada Cumes surge com a vontade do Arthur de passar seus conhecimentos às futuras gerações de escaladores e montanhistas no Rio de Janeiro. O curso tem como objetivo passar os conhecimentos para montanhistas de diferentes níveis de maneira segura, divertida e responsável. Turistas e visitantes também podem conhecer as montanhas do Rio de Janeiro com o guia da Cumes. Iremos identificar o melhor atrativo dentro das suas capacidades.

Arthur Estevez

Turismologo formando pela Universidade Veiga de Almeida, escalador desde seus 11 anos, vem fazendo das montanhas sua área de lazer e trabalho com muita dedicação e responsabilidade. Com sua experiência, tornou-se Guia de Montanha pela AGUIPERJ (Associação de Guias, Instrutores e Profissionais de Escalada do Estado do Rio de Janeiro). Saiba mais sobre Arthur:

Arthur Estevez

Arthur Garcia Solleiro Estevez
Nascido em 1985
Nacionalidade: brasileira
Segunda nacionalidade: espanhola
Origem: Duque de Caxias – Rio de Janeiro – RJ
Tipo sanguíneo: B+
Doador de órgãos e tecido.
Profissão: guia de montanha, escalador profissional, double, técnico vertical

Começou a escalar bem jovem com seu primo e em 1997 fez o curso básico de escalada em rocha com o Flavio Daflon. Com 14/15 anos já guiava vias de peso no Pão de Açúcar como o Cisco Kid (6º VIIb E2 D2).

Antes de completar os 20 anos teve interesse pela escalada artificial e os BigWall, fazendo dos Tetos do Pão de Açúcar sua escola e a face sul do Corcovado seu primeiro grande desafio de BigWall com a via Tragados Pelo Tempo (A3 VIIa D6) na companhia de Hillo Santana.

Com 18 anos fez sua primeira viagem internacional de escalada para o Frey, local onde voltou inúmeras vezes e em uma delas escalou o Cerro Tronador e aproveitou para conhecer as Agulhas de Arenales.

Ainda na Argentina, conheceu a Patagônia Sul e a pequena cidade de El Chalten, onde fez algumas escaladas Alpinas.

A Cordilheira Branca e Real despertaram no escalador o desejo pelas altas montanhas e os cumes nevados e buscando esse tipo de desafio conheceu Bolívia, Peru e Colômbia.

Resumo de sua vida “escalantrópica”

Argentina
Diversas Agulhas no Frey e Arenales, Cerro Tronador, Cerro Solo (Solitário), Travessia do Gelo Continental, Agulha Guillaumet (Via Fonrouge e Brenner), Agulha de La S, El Mocho e Aconcágua pela rota Direta dos Polacos.

Bolívia
Pirâmide Blanca, Pequeno Alpamayo, Huayna Potosi.

Peru
Vias esportivas em Hatun Machay, Vallunaraju, Esfinge (85), Maparaju, Ishinca e Tocllaraju

Brasil
Diversas escaladas de longa duração na Serra dos Órgão, Região de Três Picos, Serra de Petrópolis, Niterói, Minas Gerais. Repetiu algumas vias de peso como o Tragados Pelo Tempo e conquistou outras.

Chile
Cochamos, Cerro Trinidad entre outras escaladas.

Arthur não é só um montanhista, mas também um amante da natureza e por isso busca nela outras modalidades como o cicloturismo e o caiaque.

Trabalhos

De 2003 a 2004, colaborou na produção dos filmes Cariocando e Terras de Gigantes. No ano de 2006 foi convidado por Sabiá e Flavio Carneiro (Bagre) para participar do filme 3, 2, 1, Fui! exibido no Festival de Filmes de Montanha de 2006. Em 2007 esteve em um trabalho temporário no escritório do Greenpeace em Manaus.

Desde 2008 vem colaborando com o portal AdventureZone, onde escreve sobre escalada e montanhismo. Nesse mesmo ano entrou para a equipe de dublês “Só Ação”. Também no ano de 2008 teve inicio a relação de apoio com a Proativa, empresa que representa algumas marcas de peso no mercado brasileiro como a Deuter, Princeton Tec e Sea to Summit. Um ano depois teve o reconhecimento da Deuter Internacional.

Em 2009 fez parte do elenco de Caminho Teixeira, documentário que reconstruiu a história da conquista do Dedo de Deus, exibido na 9ª Mostra de Filmes de Montanha. Durante esses anos vem realizando diversos trabalhos que envolvam técnicas verticais e ministrando cursos de escalada em Rocha.

Compartilhe!